Recensão de «Os Contos Completos de Ambrose Bierce» – Partes 4 e 5 (Final)

Posted on 02/04/2011


Aqui ficam as 4ª e 5ª (e última) partes da Recensão de Os Contos Completos de Ambrose Bierce por Carla Ribeiro.

Blogue As Leituras do Corvo – 4ª parte da Recensão

«Dando continuidade, ainda mais uma vez, a esta longa opinião, passo para o conto A Falsa Reputação, uma curiosa visão acerca das potencialidades de um rumor mal-intencionado, exploradas de uma forma breve, mas deveras intrigante. Ao qual se segue Um Tipo de Oficial, novamente uma história de guerra, desta vez centrada na inviolabilidade das ordens. Um conto interessante, que tem no final de impacto o seu principal ponto forte.

O Rastro de Charles Ashmore, breve história de um desaparecimento, surge como uma ideia interessante, mas que deixa bastante por explicar. E, também breve, mas marcado por um certo impacto e ambiente cativante, Presente num Enforcamento fala de uma aparição relacionada com uma morte misteriosa.
Obsessão pelo ouro, ligações invulgares e a profanação de um túmulo são os elementos na base de Uma Mulher Endiabrada, um conto bastante descritivo, mas de grande intensidade nos momentos de maior relevância.
Segue-se Uma Aventura em Brownville, a história de como uma paragem no caminho de um professor lhe proporciona uma visão inesperada. Misterioso, de ambiente sombrio e bastante surpreendente, um conto intrigante, também pelo que é deixado à imaginação do leitor.
O Salto Mortal de Mr. Swiddler apresenta o percurso de uma dura viagem para impedir uma execução. Intenso e com um final impressionante, um conto que deixa a sua marca. E, também surpreendente com o seu final inesperado, Mr. Mastead, Jornalista, uma curiosa história de jornalismo duvidoso, cativa pelo tom intrigante de toda a narrativa.
História de roubo e de morte motivada por algo tão simples como uma caixa de música, Uma Conflagração Imperfeita é um conto que, apesar da simplicidade talvez excessiva de alguns momentos, proporciona uma leitura envolvente e intrigante. O mesmo se aplica a Uma Identidade Reassumida, um difícil regresso à consciência e à memória de uma vida breve, numa interessante visão de recordações para além da morte, vistas pela mente do próprio morto.
A Falência de Hope & Wandel traz a história de um investimento mirabolante e suas consequentes desventuras, numa troca de correspondência breve, mas improvável e divertida. Já Um Diagnóstico de Morte adquire um tom mais sério, na história envolvente, intrigante e particularmente marcante na forma de expor a situação de uma aparição muito especial.
Mais um conto breve, mas com uma base interessante, Uma Emboscada Frustrada liga de forma intrigante uma cilada e uma visão.
Segue-se uma outra história de jornalismo duvidoso. Subornando a Imprensa é particularmente interessante pelo seu tom estranhamente divertido, apesar do final um pouco abrupto. Ainda outro breve relato, este de uma fuga e captura. Uma Detenção não é um conto muito desenvolvido, mas marca pela intensidade e pela surpresa final.
Um Filho dos Deuses apresenta a história de um herói em tempos de guerra, num conto que, apesar de bastante descritivo, ganha intensidade na expressiva admiração que se reflecte no tom do narrador. O Porquê de Não Estar a Editar o The Stinger, por sua vez, reúne um estranho, um jornal e uma confusa comunicação por bilhetes num conto peculiar, mas estranhamente interessante no seu cenário improvável.
E termino esta parte com O Segredo de Macarger’s Gulch, onde um caçador num ambiente estranho encontra uma visão demasiado real. Pausado e misterioso, um conto envolvente.

A parte final desta opinião fica ainda para um futuro post.»


Blogue As Leituras do Corvo – 5ª parte da Recensão

 

«Longa que vai esta opinião, começo esta quinta (e última) parte com o conto Em Casa do Velho Eckert, breve aventura no local de um desaparecimento. Uma história misteriosa, envolvente e que, como parece ser típico do autor, deixa bastante em aberto.

O Candidato apresenta os meandros do funcionamento de um lar de idosos, em alturas de um regresso… especial. Com bastante de divagação e um tom algo amargo, uma poderosa reflexão sobre caridade e gratidão (ou falta de). Já George Thurston, reflecte valores bem diferentes, ao apresentar, nos principais factos da vida de um homem invulgar, uma marcante visão de coragem, má sorte e firmeza perante o fim.
Segue-se Jupiter Doke, Brigadeiro-General, onde uma nomeação invulgar, múltiplas manobras de guerra e uma correspondência elaborada estão na base de um conto que começa por ser algo confuso, mas que apresenta vários detalhes interessantes.
Ilusionismo, hipnose e encontros indesejados são a essência de O Reino do Ilusório, um conto intrigante e surpreendente, onde as aparências iludem. Em Duas Execuções Militares, por sua vez, os elementos centrais estão na inexperiência militar e suas consequentes falhas disciplinares como base para uma execução precipitada. Aqui, o mais marcante é precisamente o contraste entre inocência e inevitabilidade que transparece ao longo de todo o conto.
Vaca Escovada é a história de uma vaca temperamental. Curioso, improvável, mas cheio de estranhas peripécias, um conto divertido contado num tom estranhamente sério. Um Homem com Duas Vidas, história de uma missão fatal e de uma existência impossível, é também um conto intrigante, com algo de agradavelmente enigmático, ainda que pudesse, talvez, ganhar forças num maior desenvolvimento da história.
Já aqui comentado anteriormente, O Meu Homicídio Favorito apresenta a história de uma morte cruel como defesa para um outro crime, num conto que tem como principais pontos de impacto a visão de uma justiça incapaz e a completa insensibilidade do narrador perante os seus actos.
História de morte contada a três vozes, A Estrada Iluminada pelo Luar é um intrigante conto de tensões, medos e suspeitas, contado num tom sombrio e perturbador.
Segue-se A Dificuldade de Atravessar um Campo, mais um conto breve, este sobre um desaparecimento onde, mais uma vez, muito é deixado por explicar. Também breve, Os Outros Hóspedes relata uma noite de hospedagem num local de frequentadores… estranhos. Um conto intenso e arrepiante.
Viagens marítimas, leituras invulgares e visões improváveis caracterizam Um Naugrágio Psicológico, conto intrigante e envolvente, com (ainda mais uma vez) muito em aberto na sua conclusão. Já O Homem e a Serpente, conto sobre o magnetismo no olhar das serpentes (e suas aplicações práticas), surge como um texto bastante desenvolvido e descritivo, num tom intrigante e com um final surpreendente.
Também bastante descritivo e de final impressionante, segue-se O Estranho, história de um visitante com algo para contar. Ao qual sucede Um dos Gémeos, um conto sobre a relação profunda entre gémeos e sua manifestação nas mais adversas circunstâncias. Intenso, de seriedade crescente e com um final marcante.
A História do Major apresenta, simplesmente, uma partida no tempo em que estas estavam na moda. De ritmo pausado e com uma certa dispersão, marca essencialmente pela voz narrativa intrigante. O Batismo de Dobsho, por sua vez, trata de uma estratégia mirabolante para impedir um batismo. Estranho e improvável, mas cativante e divertido.
Muito breve, mas de grande intensidade, Um Cumprimento Frio traz uma saudação do mundo dos mortos. E, ainda sobre mortos, Uma Luta Violenta apresenta uma vigília nocturna na companhia de um cadáver, num conto sombrio, bastante descritivo e de conclusão surpreendente.
Uma Trepadeira Numa Casa junta uma casa assombrada, uma planta imponente e uma raiz… invulgar, numa ideia bastante interessante, mas que deixa também muito por explicar.
E continuando nas assombrações, também em O Dedo Médio do Pé Direito temos uma casa assombrada como cenário essencial, desta vez para um duelo na escuridão. Mais um conto que abre em tom de divagação, mas com uma ideia bastante cativante e uma conclusão… imprevista.
O último conto do livro é O Homem que Saía do Nariz e tem como pontos centrais uma casa em forma de rosto e a história dos seus habitantes. Impressionante pela forma como um gesto quotidiano se revela, afinal, como a marca de uma tragédia pessoal, um conto particularmente marcante.

Em jeito de conclusão… Uma leitura demorada, tanto pela quantidade de contos incluídos nesta edição como pelo próprio estilo de escrita do autor, bastante exigente em termos de atenção. Ainda assim, um livro em que, alternando entre tons sombrios, profunda amargura e um certo humor negro, cada um dos contos tem algo de interessante para mostrar. Um livro, em suma, para apreciar aos poucos, mas que vale cada hora que lhe seja dedicada. Fazia falta uma edição assim.»

 

Anúncios
Posted in: Sem categoria