PRÉ-VENDA EXCLUSIVA DE «NECRÓPOLE», DE SANTIAGO GAMBOA (EDIÇÃO LIMITADA A 500 EXEMPLARES NUMERADOS À MÃO)

Posted on 30/10/2012


PRÉ-VENDA EXCLUSIVA DE «NECRÓPOLE», DE SANTIAGO GAMBOA (EDIÇÃO LIMITADA A 500 EXEMPLARES NUMERADOS À MÃO)

De 30 de outubro a 16 de novembro, o nosso novo livro – Necrópole, do colombiano Santiago Gamboa – está disponível para pré-venda através da Eucleia.

O livro poderá, assim, ser adquirido com 10% de desconto e portes de envio gratuitos, para além de ser enviado antes de entrar nas livrarias.

Preço de pré-venda: 18,13€ (10% de desconto; PVP: 20,14€)

Encomendas através do e-mail eucleia.editora@gmail.com, do telefone 922 259 792 ou por mensagem no facebook.

Notas:
O livro será enviado apenas a partir de 17 de novembro.

Preço com 10% de desconto apenas válido para Portugal (Continente e Ilhas); para o resto do mundo os portes de envio são gratuitos mas o preço a aplicar é o do PVP.

Santiago Gamboa nasceu em Bogotá, em 1965. Estudou Literatura e Filologia Hispânica. Escreveu vários romances e tem sido, ao longo da sua carreira, galardoado com uma série de importantes prémios, como o que recebeu por esta obra, Necrópole, o Prémio La outra orilla 2009. Os seus livros estão traduzidos em várias línguas e têm recebido os melhores comentários da crítica.

Após uma longa doença, um escritor é convidado para um congresso de biógrafos, em Jerusalém, metáfora de uma cidade sitiada pela guerra. As vidas dos participantes do congresso, entre os quais estão um livreiro francês, uma atriz porno italiana, um empresário colombiano e um ex-pastor evangélico, que é também ex-toxicodependente e domina a linguagem da sordidez, da decadência e da fé, surpreendem o protagonista.


Nas palavras do júri – composto por Roberto Ampuero, Jorge Volpi e Pere Sureda – que concedeu o Prémio La outra orilla 2009 a Necrópole, destaca-se “o magnífico uso da linguagem e a dificuldade que implica dar vida a tantas vozes distintas, conseguindo que sejam diferenciáveis e credíveis. A história, ao apresentar-se aparentemente sem intenção, sem guia, consegue gerar um efeito de intriga e estranheza que implica um risco narrativo que o autor supera com muita perícia”.

 

Advertisements
Posted in: Sem categoria